Fábio Trad comemora lei que dá poder de polícia às Forças Armadas na fronteira

Notícias

26/08/2010
O candidato a deputado federal nº 1580 Fábio Trad, comemorou hoje a lei complementar por ter sido sancionada ontem pelo presidente Luiz Ignácio Lula da Silva que dá poder de polícia às Forças Armadas na região de fronteira e começa a vigorar. A lei autoriza forças do Exército, Marinha e Aeronáutica a fazer patrulhamento, revista de pessoas, veículos, embarcações e aeronaves e prisões em flagrante. Essas atividades serão permitidas tanto nas fronteiras terrestres quanto nas águas internas e marítimas. "Essa lei atende reivindicação que fizemos há três anos", afirma Fábio Trad, lembrando que a participação das Forças Armadas no policiamento da faixa de fronteira era uma das principais reivindicações do movimento "MS Contra a Violência", deflagrado logo no primeiro ano de sua gestão como presidente da OAB-MS (2007/20907).

Na ocasião, o advogado José Augusto Lopes Sobrinho, designado por Fábio Trad para coordenar o movimento, defendida a necessidade de o governo federal reforçar a segurança, principalmente em Mato Grosso do Sul, que tem a maior faixa de fronteira seca do Brasil com o Paraguai e a Bolívia e é considerado principal rota de entrada no tráfico de armas e drogas que abastecem os grandes centros brasileiros como Rio de Janeiro e São Paulo.

O movimento nascido no estado, ganhou projeção nacional e Lopes Sobrinho acabou convidado para ser coordenador do movimento "Brasil Contra a Violência", encampado pelo então Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil e que realizou conferência com participação do então ministro da Justiça, Tarso Genro, e de outros representantes do governo federal. A lei aprovada pelo Congresso Nacional e que começa a valer a partir da sanção do presidente Lula, atende essa reivindicação, conforme lembrou hoje o jornalista Marco Eusébio, em seu Blog, que foi assessor de imprensa da OAB-MS durante a festão Fábio Trad.