Fábio Trad, um defensor do direito dos índios

Notícias

20/08/2010
Fábio Trad homenageado por liderança indígena pelo apoio à causa
Fábio Trad homenageado por liderança indígena pelo apoio à causa

"Ser evoluído não é apenas aperfeiçoar-se nas tecnologias, mas, sobretudo, ser um constante aprendiz da lógica do amor. Respeitar os índios é amar ao próximo", afirma o candidato a deputado federal pelo número 1580 Fábio Trad (PMDB), para quem todos são iguais e não pode haver discriminação contra qualquer ser humano em uma sociedade que quer ser, de fato, democrática. Na prática, Fábio Trad sempre defendeu que os índigenas tem de ter seus direitos preservados como quaisquer outros cidadãos brasileiros.

Quando foi presidente da OAB-MS na gestão 2007/2009, Fábio Trad criou a primeira Comissão Especial de Assuntos Indígenas das seccionais da OAB de todo o país e convidou um índio advogado para presidí-la, o doutor Wilson Matos da Silva, morador da Aldeia Jaguapiru, de Dourados. Dessa forma, não apenas buscou defender os direitos das nações indígenas existentes no estado, como também prestigiou os índigenas com um legítimo representante deles à frente da comissão para tratar dos assuntos relacionados às causas das tribos de Mato Grosso do Sul e também dos desaldeados que vivem nas periferias das cidades.

Naquela época, Mato Grosso do Sul já liderava o triste ranking nacional de assassinatos e suicídios de indígenas, e por determinação de Fábio Trad a OAB-MS promoveu um grande ato que reuniu lideranças índias de todo o estado, autoridades e representantes de entidades de defesa dos direitos humanos e indígenas chamado "Respeite o Índio - Genocídio Não", repercutindo na mídia o que estava acontecendo com nossos indigenas. “O caso é gravíssimo e exige providências urgentes. Alguém precisava fazer este alerta à sociedade e às autoridades e a OAB de MS acionou o S.O.S., por iniciativa de seu presidente Fábio Trad e de toda a sua diretoria”, afirmou o senador Valter Pereira (PMDB-MS) ao participar do evento.