Fábio Trad novamente é um dos líderes de pesquisa de opinião que avalia melhores parlamentares de MS

Notícias

14/03/2020
Deputado tem um dos mandatos mais bem avaliados entre parlamentares de MS (foto: Cláudio Basílio)
Deputado tem um dos mandatos mais bem avaliados entre parlamentares de MS (foto: Cláudio Basílio)

Segundo estudo do Instituto Ranking, parlamentar é um dos mais bem avaliados pelo povo sul-mato-grossense

 

O Instituto Ranking de Pesquisa divulgou nesta semana uma pesquisa de opinião que coloca Fábio Trad e Rose Modesto, juntos, na liderança da entre os melhores deputados federais do Mato Grosso do Sul.

 

Com 15,53%, Rose leva uma ligeira vantagem de 1,17% em relação a Trad, com 14,36%. No entanto, como a margem de erro da pesquisa é de 2,5% (para cima ou para baixo) o resultado é considerado empate técnico.

Em seguida aparecem o deputado Luiz Ovando (PSL/MS), com 8,12%; o deputado Loester Trutis (PSL/MS), com 6,24%, seguido por Bia Cavassa (PSDB/MS), com 5,64%. Os três últimos lugares ficaram com Vander Loubet (PT/MS), com 4,41%; Beto Pereira (PSDB/MS), com 3,18%; e, em último lugar, o deputado Dagoberto Nogueira (PDT/MS), com 2,24%. Os que não quiseram ou não souberam responder somaram 40.28%.

O Instituto Ranking de Pesquisa entrevistou 1.700 pessoas em 20 municípios de Mato Grosso do Sul, entre os dias 5 e 12 de março.

Entre os questionamentos, os entrevistados responderam sobre a avaliação política e administrativa dos deputados federais, deputados estaduais, senadores do Estado, governo Estadual e governo Federal. 
 

O questionário foi executado em 20 cidades com entrevistados acima de 16 anos. O Instituto Ranking coletou dados em Campo Grande - 44,10%, Dourados - 11,6%, Três Lagoas - 5,8%, Corumbá - 5,2%, Ponta Porã - 4,7%, Naviraí - 2,7%, Nova Andradina - 2,6%, Aquidauana - 2,5%, Sidrolândia - 2,3%, Paranaíba - 2,2%, Maracaju - 2,0%, Coxim - 1,9%, Amambai - 1,9%, Rio Brilhante - 1,9%, Caarapó 1,5%, Costa Rica - 1,5%, São Gabriel do Oeste - 1,5%, Miranda - 1,4%, Ivinhema - 1,4%, Aparecida do Tabuado - 1,3%.