Fábio Trad recupera mais de R$ 4 milhões em emendas para 12 municípios de MS

Notícias

10/10/2019
Deputado recadastrou emendas e fez peregrinação em órgãos do Governo para recuperá-las (Foto: Cláudio Basílio/PSD)
Deputado recadastrou emendas e fez peregrinação em órgãos do Governo para recuperá-las (Foto: Cláudio Basílio/PSD)
As emendas, remanescentes do ex-deputado Carlos Marun, corriam sério risco de não serem mais pagas pela União com a não-reeleição do parlamentar e seu consequente descadastramento do sistema orçamentário.
 
Daniel Machado, Assessoria
 
 
Um total de R$ 4.294.555,00 em emendas parlamentares foram pagos pela União e distribuídos a doze cidades de Mato Grosso do Sul a fim de beneficiar os serviços de assistência hospitalar, ambulatorial e de assistência básica desses municípios. São eles Água Clara (R$ 99.574,00); Aquidauana (R$ 200.000,00); Brasilândia (R$ 750.000,00); Campo Grande (R$ 550.000,00); Chapadão do Sul (R$ 100.000,00); Costa Rica (R$ 460.286,00); Coxim (R$ 384.800,00); Maracaju (R$ 750.000,00); Miranda (R$ 100.000,00); Paraíso das Águas (R$ 249.895,00); Sidrolândia (R$ 150.000,00); e Vicentina (R$ 500.000,00).
 
As emendas parlamentares são remanescentes do mandato do ex-deputado Carlos Marun (MDB/MS). Porém, corriam sério risco de não serem pagas pela União, uma vez que a não reeleição do autor das emendas comprometeu seu acesso ao Sistema de Planejamento e Orçamento (SIOP) e a manutenção das informações na Secretaria de Governo para o envio à Secretaria de Orçamento Federal (SOF).
 
Os recursos foram resgatados graças ao empenho do deputado Fábio Trad (PSD/MS), que recadastrou todas as emendas e deu início a uma verdadeira peregrinação em alguns órgãos do Executivo, sobretudo na Secretaria de Relações Institucionais e na Secretaria de Governo.
 
“Nosso esforço foi no sentido de buscar as emendas necessárias ao desenvolvimento das cidades, não permitindo que elas se perdessem nos labirintos burocráticos de Brasília. Mas é preciso destacar a importância da parceria com o ex-deputado Marun”, disse Trad, que em 2018 retornou ao Parlamento na suplência de Carlos Marun, na ocasião licenciado para assumir um ministério no governo Michel Temer. “Estou procurando a cada dia justificar a confiança recebida”, acrescentou.