Fábio Trad é considerado o melhor parlamentar do Brasil em 2018

Notícias

20/12/2018
Deputado destacou-se no combate à corrupção e contra o desperdício de recursos públicos
Deputado destacou-se no combate à corrupção e contra o desperdício de recursos públicos
O ano de 2018 foi realmente especial para o deputado Fábio Trad. O período marcou não só seu retorno ao parlamento e a reeleição para os próximos quatro anos, como também consagrou-o como o melhor e mais atuante parlamentar do ano.
 
No ranqueamento do portal Políticos.Org, um dos indicadores de maior credibilidade e prestígio na avaliação legislativa, Trad é o líder absoluto com a maior pontuação entre os 594 representantes do Congresso Nacional, incluindo aí também os senadores.
 
Com 143 pontos, Fábio Trad segue à frente de Eduardo Barbosa (PSDB-MG), com 142; e da senadora Ana Amélia (PP-RS), com 119.
 
“Em nome do ranking, dou os parabéns ao deputado Fábio Trad que não só teve o melhor desempenho de 2018 como mostra um novo tipo de política, que é o que a gente espera que reine no Brasil cada vez mais”, disse o diretor executivo do Ranking de Políticos, Renato Dias. 
 
“Ele teve uma atuação exemplar, tanto nos votos como nos pronunciamentos, e, além dos critérios analisados no ranking, sempre se mostrou muito coerente nos seus posicionamentos e pronunciamentos na tribuna.
 
Esperamos que sirva de exemplo tantos aos (deputados) que estão entrando agora no Congresso como aos que vão continuar, como é o caso do deputado Fábio Trad”. 
 
O portal Politicos.Org considera cinco critérios para a pontuação dos parlamentares, como a presença nas sessões e reuniões de comissão; nível de utilização de privilégios do cargo, como gasto da verba indenizatória; qualidade legislativa; processos judiciais; e formação universitária.
 
Entre os 7% do Brasil – e único de Mato Grosso do Sul – com assiduidade máxima na Casa, o parlamentar esteve presente em todas as 64 sessões ordinárias e extraordinárias realizadas em 2018 no plenário da Câmara.
 
Pesou a seu favor também o fato de ser ficha limpa e não responder a nenhum processo judicial, além de apresentar um gasto de verba indenizatória abaixo da média geral dos demais parlamentares e abrir mão de privilégios inerentes ao cargo, como apartamento funcional e carro oficial.
 
Mas foi no quesito “Qualidade Legislativa” em que o deputado mais se destacou, no combate à corrupção e aos privilégios e contra o desperdício de recursos públicos. 
 
De autoria dele, por exemplo, o abaixo-assinado (REC 323/18) que tentou impedir a volta das indicações políticas nas agências reguladoras. Trad também manifestou-se contra o inchaço da máquina estatal e pela derrubada da Medida Provisória (MPV 826/18), que cria cargos no gabinete de intervenção federal no Rio de Janeiro e custa R$ 7 milhões por ano dos cofres públicos. Além disso, votou nominalmente contra o Projeto de Lei Complementar (PLP 270/16) que afrouxa a Lei de Responsabilidade Fiscal para municípios e permite que as administrações regionais ultrapassem o limite de gastos com pessoal sem sofrer punições.
 
Tríplice coroa
 
Além do ranking Políticos.Org, a atuação parlamentar do deputado Fábio Trad também foi coroada por outros dois institutos: o Congresso em Foco e o Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (DIAP).
 
Em agosto de 2018 Trad recebeu pela segunda vez o “Prêmio Congresso em Foco”, reconhecimento concedido anualmente aos parlamentares que mais se destacaram no exercício do mandato. 
 
Um mês depois o DIAP divulgou a lista dos “100 Cabeças do Congresso Nacional” e lá estava novamente Fábio Trad como o único deputado sul-mato-grossense a se diferenciar dos demais pelo exercício de qualidades consideradas importantes para o exercício parlamentar.
 
Dentre os 100 mais influentes, Trad figurou no seleto rol dos ‘dez’ que constam na categoria “formuladores”. Legisladores na acepção da palavra, os formuladores são considerados pelo Congresso em Foco os parlamentares mais ‘produtivos’, com grande capacidade em elaborar textos com propostas para deliberação nas comissões e no plenário, como os projetos de lei.
 
Projetos de Lei
 
Somente neste ano, Fábio Trad apresentou 21 projetos de lei, mais do que a soma dos demais sete parlamentares da bancada sul-mato-grossense (18). 
 
São projetos importantes, como o que estabelece uma política nacional de prevenção ao suicídio (10781/18); que aperfeiçoam (PLP 483), dão celeridade (PLP 484) e desburocratizam (PLP 485) o sistema tributário brasileiro; que tipificam os fake news como crime eleitoral (PL 9973/2018) e crime contra a fé pública previsto no código penal (PL 9884/2018); projetos em favor das pessoas com transtorno de espectro autista e suas famílias (PL 9972/2018); em prol da expansão e universalização das redes de telecomunicações (PL 9951/2018); para que o preso, com seu trabalho, possa ressarcir os cofres do Estado por suas despesas (PL 9646/2018); pela prevenção do abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes (PL 10613/2018); em defesa do consumidor (PL 10520/2018, PL 1052, PL 10170 e PL 10043); que torna mais severo a prevenção e combate ao crime de natureza sexual no contexto militar (PL 10460/2018); que protege a mulher vítima de violência doméstica (PL 10224); torna crime o enriquecimento ilícito praticado por funcionário público (PL 10171/2018); e contra o aumento de preços dos serviços privados de assistência médica e odontológica (PDC 1004/2018).